Um trabalho de equipa

Rigor e experiência

Pretendendo elevar a Quinta da Côrte ao mais alto nível, a equipa investe as suas competências em todos os pormenores para que a vinha possa dar o melhor de si mesma: vinhos solares, profundos e caracterizados por uma maravilhosa elegância mineral.

Philippe Austruy

Desde que adquiriu a Commanderie de Peyrassol, um vinho famoso das Côtes de Provence em 2001, Philippe Austruy não tem parado de desenvolver um grupo de propriedades coerente Apaixonado pelo vinho e a arte, hedonista, mas também perfecionista, implementou em cada propriedade uma política rigorosa de investimento para devolver às quintas toda a sua dignidade. Volvidos 15 anos, a assinatura das Vinhas Austruy aparece em vinhos que respeitam profundamente as suas raízes e de estilo impecável.

Marta Casanova

Esta engenheira agrónoma tem uma vasta experiência na gestão de quintas. Iniciou a sua carreira na Quinta de Brunheda no Douro Superior, trabalhando depois durante 4 anos na Quinta Beira Douro, propriedade de um grupo bordalês, antes de se lançar no ramo da consultadoria. A partir de 2013, o seu pragmatismo, talento e amor pelos grandes vinhos do Porto levam-na a zelar diariamente pelo novo rumo da Quinta da Côrte.

Joao Paiga

Filho da terra, João Paiga dedicou a vida inteira à vinha, conhecendo todos os seus segredos. Depois de ter trabalhado durante muitos anos em duas quintas da região, junta-se à equipa em 2014 como chefe de cultura para levar a cabo a renovação e o acompanhamento da vinha.

Derenoncourt Consultants

Contribuindo para a coerência das várias propriedades do grupo, Stéphane Derenoncourt e a sua equipa asseguram a supervisão, para se certificarem que as vinhas e os métodos de trabalho se adaptam aos novos objetivos qualitativos. Reconhecidos no mundo inteiro, aconselhando uma centena de quintas com um estilo muito respeitador dos solos e das uvas, têm por missão principal criar os grandes tintos da Quinta e supervisionar os vinhos do Porto.